França será a grande campeã da Copa do Mundo 2018, diz simulação da EA Sports

A seleção francesa vai se sagrar bicampeã da Copa do Mundo na Rússia, vencendo a Alemanha na final e nos pênaltis depois de superar os belgas nas semifinais e os uruguaios nas quartas. Isto pelo menos é o que diz a EA Sports, que na manhã de hoje (28) publicou no blog oficial da empresa os resultados de sua tradicional simulação do torneio mais celebrado do esporte.

Feita para divulgar o lançamento da nova atualização do “FIFA 2018” com a versão da Copa do Mundo e criado à partir dos dispositivos proporcionados pelo simulador, as previsões feitas pelo estúdio vão das apostas mais seguras às teorias mais arriscadas. Bom exemplo disso são os palpites feitos sobre a fase de grupos, que de acordo com a EA terá surpresas como a eliminação antecipada do Egito pelas mãos da Rússia(?) e a Argentina ficando em segundo lugar no grupo D, atrás da Croácia e à frente da Islândia. No grupo do Brasil, quem avança junto com a seleção canarinho é a Costa Rica.

Já na fase do mata-mata a simulação proposta pela empresa segue alguns caminhos mais convencionais, apesar da eliminação de Portugal pelas mãos do Uruguai já nas oitavas de final. Segundo a EA, apesar do triunfo da França quem será o novo carrasco do Brasil nesta Copa será a Bélgica, que nos venceria nas quartas por 2 a 0 e em teoria estaria se vingando da eliminação pelas mãos brasileiras nas oitavas de 2002 – os belgas cairão depois pelas mãos francesas, terminando em quarto lugar após serem derrotados pela Espanha na disputa da terceira posição. Antes disso, porém, o time do técnico Tite passaria o caminhão em cima da Suécia: os suecos serão humilhados por quatro a zero, de acordo com o simulador.

Não será só de derrotas que o Brasil será feito nesta Copa, entretanto. Entre os jogadores celebrados ao fim do torneio, as previsões da EA apontam Gabriel Jesus como recipiente do prêmio de Melhor Jogador Jovem, se consagrando como grande promessa do futebol pelos próximos quatro anos. Além dele, a simulação diz que o goleiro espanhol David De Gea receberá a Luva de Ouro por suas “fenomenais partidas na Rússia” e que Isco e Antoine Griezmann serão os artilheiros do evento com cinco gols cada – o meia francês também será o escolhido da Bola de Ouro deste ano.

Apesar de no fundo todas estas “previsões” serem grandes palpites – a empresa não definiu qual foi a metodologia usada na simulação, então pode é bem possível que eles só tenham rodado o torneio uma vez na plataforma -, a EA tem alguma credibilidade no mercado de apostas por conta de seu histórico. Além de ter acertado os campeões das duas últimas Copas, suas previsões dos vencedores dos Superbowls por reproduções na franquia Madden são assustadoramente precisas, com o estúdio acertando 9 dos últimos 13 campeões.

É bom lembrar, porém, que a EA Sports tem sua cota de erros bizarros nestas previsões. Em 2006, por exemplo, o estúdio afirmou que a República Tcheca venceria sua primeira Copa do Mundo, se tornando campeã em cima do Brasil depois de um “épico” 2 a 1. Como a História bem confirma, a seleção tcheca seria eliminada na fase de grupos daquele ano, enquanto o Brasil cairia nas quartas pelas mãos da França.

A atualização da Copa do Mundo 2018 já está disponível de graça a todos os usuários de “FIFA 18”.

Fonte: by [author_name]

Silvio Girotto

Amante de redes sociais, comunicadores instantãneos e de Marketing Digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *