Enquanto Facebook ficou instável, Telegram ganhou 3 milhões de novos usuários

As pessoas realmente não cogitam utilizar outra forma de comunicação que não seja a troca de mensagens instantâneas. A prova disso é a mais recente instabilidade pela qual passou o Facebook durante a última quarta-feira, 13/03, e que também afetou suas principais plataformas: Instagram, Messenger e WhatsApp. Sem conseguir utilizar direito esses canais, a resolução de 3 milhões de pessoas foi aderir ao Telegram.

Os novos usuários foram anunciados pelo fundador e CEO do Telegram, Pavel Durov, em seu canal pessoal. O número é considerável para o serviço que possui cerca de 200 milhões de usuários ativos.

Em conversa com o TechCrunch, uma fonte do Telegram confirmou que o tempo de inatividade dos aplicativos do Facebook é a causam mais provável do pico de cadastros: “Essas interrupções sempre atraem novos usuários”.

O Telegram é um serviço gratuito de mensagens criptografadas semelhante ao WhatsApp. A plataforma sempre enfatizou a proteção da privacidade dos usuários como um de seus principais recursos, e adicionou um suporte de criptografia já em 2013, três anos antes do WhatsApp.

Há um ano, a plataforma enfrentou restrições e bloqueios em alguns mercados, principalmente na Rússia, o Irã e na China, aparentemente por recusar pedidos governamentais sobre informações do usuário.

Extraido de Enquanto Facebook ficou instável, Telegram ganhou 3 milhões de novos usuários

Silvio Girotto

Amante de redes sociais, comunicadores instantãneos e de Marketing Digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *