Cofundador do WhatsApp pede que usuários excluam suas contas do Facebook

Durante uma palestra ministrada na Universidade de Stanford, o co-fundador do WhatsApp, Brian Acton, falou sobre a decisão de vender a empresa para o Facebook, e pediu aos estudantes que excluíssem suas contas na plataforma.

Essa não é a primeira vez que Brian faz esse pedido. De acordo com o Buzzfeed News, o empresário criticou a iniciativa do Facebook de priorizar a monetização sobre a privacidade do usuário. Esse, inclusive, teria sido um dos motivos pelo qual ele decidiu abrir mão do WhatsApp e sair do negócio.

Durante sua palestra, feita ao lado de outra ex-funcionária do Facebook, Ellora Israni, fundadora do She ++, Brian também ressaltou que grandes empresas de tecnologia e mídia social, como Apple e Google, têm lutado para moderar seu conteúdo: “Essas empresas não estão preparadas para tomar essas decisões. E nós lhes damos o poder. Essa é a parte ruim. Nós compramos seus produtos. Nós nos inscrevemos nesses sites”, comentou, terminando com “Exclua o Facebook, certo?”.

Acton tem criticado o Facebook desde que deixou a empresa, em 2017. Em outras ocasiões ele chegou a citar o escândalo da Cambridge Analytica para pedir que as pessoas deletem suas contas da rede social.

Extraido de Cofundador do WhatsApp pede que usuários excluam suas contas do Facebook

Silvio Girotto

Amante de redes sociais, comunicadores instantãneos e de Marketing Digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *